Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

From my kitchen, with love

Experimentar, (a)provar e partilhar

From my kitchen, with love

Experimentar, (a)provar e partilhar

Espetadas de Salmão e Perca

Esta receita é daquelas que não tem mesmo nada que saber, pode ser feita com vários peixes, e fica sempre muito boa!

Ingredientes: (2 espetadas)

 - 1 posta de salmão
 - 1 posta de perca
 - 4 camarões já cozidos
 - 1/2 pimento verde
 - 1/2 pimento vermelho
 - 1 fatia de abacaxi (opcional)
 - sumo de meio limão
 - sal e pimenta q.b.

Preparação:

Basta cortar as postas dos peixes, os pimentos e o abacaxi aos cubos, temperar com sumo de limão, sal e pimenta e ir colocando na espetada alternando os ingredientes, pode colocar um camarão em cada ponta (fica giro) e está pronto a grelhar!
Sirva com uma salada variada.



Nota: Para que os paus das espetadas não queimem ao grelhar deve colocá-los em água cerca de 30 minutos antes de colocar os ingredientes.

Peito de frango panado em broa e parmesão

Depois dos excessos que cometi nas férias há que voltar à "linha" para que os estragos desapareçam o mais depressa possivel! Assim sendo aqui fica uma receita, que apesar da broa e do parmesão se pode incluir naquilo que consideramos saudável e que é acima de tudo deliciosa!!

Ingredientes para 2 pessoas:

- 4 peitos de frango médios
- broa de milho ralada q.b.
- queijo parmesão ralado na hora q.b.
- 2 dentes de alho
- pimenta q.b.
- sal q.b.
- sumo de 1 limão
- farinha
- 1 ovo batido
- óleo de girassol ou azeite para fritar

Preparação:

Tempere os bifes com sal, alho, pimenta e sumo de limão, de preferência algumas horas antes. Passe por farinha, ovo e broa de milho ralada à qual deverá juntar o parmesão ralado. Numa frigideira coloque um pouco de óleo de girassol ou azeite e frite os bifes até estarem dourados de ambos os lados.
Sirva com uma salada variada ou com outro acompanhamento ao seu gosto.



Nota: da próxima vez irei experimentar fazer no forno, em vez de fritar, além de ser mais saudável talvez intensifique mais os sabores do queijo e da broa.

A minha marmita

Hoje resolvi partilhar o que levo na minha marmita para o trabalho, sim, porque eu levo a minha comidinha para o trabalho, é mais económico, controlamos melhor o que comemos não cedendo às tentações do bar e aproveitamos todas as sobras, nos dias de hoje faz toda a diferença.
Assim de vez em quando deixo aqui algumas sugestões de refeições ligeiras para fazerem no local de trabalho.
Aqui fica uma sugestão para almoço ou jantar, no meu caso foi para o jantar, porque ao almoço consigo sempre ir almoçar a casa do paizinho (que também gosta de inventar na cozinha), para quem está habituado a fazer uma refeição "a sério" ao jantar pode parecer pouco, mas experimentem e vão ver que é mais do que suficiente :)
 


Na marmita:

- Sopa de legumes
- Sandes (pão de sementes) de ovo cozido e alface - é mesmo só ovo cozido e alface, não tem molhos
- Abacaxi cortado aos cubos

Medalhões de pescada com arroz e legumes

Esta receita foi-me sugerida pela minha nutricionista, não desta forma, mas com batata cozida, transformando os legumes num molho para colocar sobre o peixe e as batatas. A primeira vez que a fiz foi como vou partilhar aqui, acabando por nunca fazer a versão da nutricionista, um dia destes experimento e partilho.
Para quem não gosta do tradicional peixe cozido (tenho para mim que me refiro à grande maioria das pessoas), esta é uma excelente alternativa, é uma receita fácil, rápida e deliciosa :)

Ingredientes para 2 pessoas:

- 2 lombos de pescada
- 1/2 cebola
- 3 dentes de alho
- 1/2 alho francês
- 2 tiras de pimento vermelho
- 1 courgete pequena
- 1 cenoura pequena
- 4 colheres sopa de arroz
- sal q.b.
- azeite q.b.
- pimenta q.b.

Preparação:

Pique a cebola e o alho, corte o pimento, a cenoura e a courgete aos cubos e o alho francês às rodelas. Coloque um fio de azeite num tacho e refogue todos os ingredientes até começarem a ficar moles. Junte água quente em quantidade suficiente para cozer o peixe e o arroz, tempere de sal e pimenta. Quando o peixe estiver cozido retire e adicione o arroz, quando este estiver cozido volte a juntar o peixe para voltar a ficar quente e sirva. Fácil, não? ;)


Salmão com arroz e legumes salteados

Esta receita surgiu de uma experiência minha, que correu surpreendentemente bem (tanta modéstia). Certamente existe uma ou várias receitas semelhantes por aí, mas esta é a minha receita de salmão com arroz e legumes salteados :)


Ingredientes para 2 pessoas:

- 2 lombos de salmão
- 1 courgete
- 1 cenoura
- 1 cebola média
- 3 dentes de alho
- 1 alho francês médio
- 6 colheres de sopa de arroz (qualquer um)
- azeite q.b.
- pimenta preta q.b.
- sal q.b.
- gengibre fresco (um cubinho)
- sumo de 1 limão pequeno


Preparação:

Coza o arroz em água e sal, escorra e reserve. Pique a cebola e o alho, corte a courgete e a cenoura em rodelas ou aos cubinhos e o alho francês às rodelas, coloque um fio de azeite na wook e salteie todos os ingredientes temperados de uma pitada de sal e pimenta preta, até começarem a ficar moles. Entretanto corte os lombos do salmão aos cubinhos e tempere com o sumo do limão, coloque-os na wook e salteie juntamente com os vegetais. Junte um bocadinho de gengibre fresco, eu costumo cortar um bocadinho da raiz e retirar quando está cozinhado, mas também pode usar gengibre em pó.
Quando o salmão estiver cozinhado junte o arroz e misture tudo, deixe ao lume durante cerca de 5 minutos e sirva.

Esta é a minha receita preferida de salmão, o peixinho carregado de Ómega 3, tão importante para a nossa saúde :)

Bolonhesa de Soja

Confesso que a minha amizade com a soja é recente, ouvia falar, e achava que não era como diziam "igual a carne", até que no Verão passado resolvi fazer uma desintoxicação de produtos de origem animal que tinha visto no Dr. Oz, durante 21 dias não poderia ingerir qualquer produto de origem animal. Foi assim que comprei uma embalagem de soja, para substituir as proteínas que ingerimos na carne, e comecei a investigar formas de a confecionar, percebi então que uma vez hidratada (colocada em água) se confeciona exactamente da mesma forma que se confeciona um prato de carne. A partir dessa altura consumo soja regularmente em substituição da carne, é fácil, mais saudável e barato.


Ingredientes:

- 1 cebola pequena
- 2 dentes de alho
- 1 folha de louro
- 2 colheres sopa de azeite
- 100gr de soja granulada
- 1 tomate pequeno maduro
- 3 a 4 colheres sopa de polpa de tomate
- pimenta q.b.
- pimentão doce q.b.
- sal q.b.

Preparação:

Coloca-se a soja numa tigela e cobre-se com água fria cerca de 10 minutos, até ter absorvido toda a água, escorre-se o excesso de água e reserva-se. Num tacho refoga-se a cebola e o alho picados finamente, a folha de louro, o azeite e o tomate limpo. Deixa-se refogar durante 2 ou 3 minutos e acrescenta-se a soja, a polpa de tomate, uma pitada de sal, pimenta e pimentão doce, mexe-se tudo muito bem e deixa-se cozinhar em lume brando, com tampa durante cerca de 20 a 30 minutos. Vá mexendo e verificando se o cozinhado mantém algum molho, se for necessário acrescente um pouco de água quente, mas normalmente se o lume estiver no mínimo e o tacho estiver tapado não é necessário acrescentar mais liquido. Sirva com esparguete cozido.



Esta é a receita de bolonhesa simples, um dia destes coloco outra com legumes e cogumelos que fica igualmente deliciosa :) 































































Who?

Cresci entre tachos e panelas. Todas as manhãs era acordada com o cheiro dos doces e salgados que saiam da cozinha da minha mãe...encomendas e mais encomendas! De todas as coisas, só havia uma que eu queria sempre: as empadas de galinha. Não existem no mundo empadas melhores que as da minha mãe. E sim, tenho a receita...mas não, não ficam iguais! Não me imagino uma cozinheira a tempo inteiro, de todo! Mas adoro cozinhar...e adoro comer, claro! Últimamente mais consiente das escolhas que faço em relação aos ingredientes e à forma de os confecionar, tenho descoberto verdadeiras maravilhas, tão simples e tão boas! Espero que vos possa inspirar :)

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.