Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

From my kitchen, with love

Experimentar, (a)provar e partilhar

From my kitchen, with love

Experimentar, (a)provar e partilhar

Os meus blogs preferidos

Livros, serão sempre livros, e não me venham com a história dos e-books, que eu não me convenço! Mas rendi-me à blogosfera (daí ter criado o blogue). Cada vez mais encontramos informação útil e de enorme qualidade, seja em blogues portugueses ou internacionais.

A vontade de mudar hábitos alimentares e de consumo, levou-me à descoberta de um mundo de partilha muito mais rico do que poderia imaginar. Encontramos de tudo, sobre tudo e para todos. Existem centenas de blogues que se dedicam exclusivamente a estas temáticas e acreditem, fazem um verdadeiro serviço público. Muitos destes blogues mereciam um link direto a partir da página do ministério da saúde, estou a falar muito a sério!

 

Porque beneficio desta partilha todos os dias, decidi listar os que mais frequento e que acho que são verdadeiramente úteis:

 

Há muito mais, mas estes são os que fazem parte da minha lista de favoritos, e que para quem quer começar e aprender o básico de uma alimentação consciente são, na minha opinião, os melhores.

Deixo também uma palavra para quem está a começar, tal como eu. O caminho não é fácil, são muitos anos de escolhas pouco saudáveis, cheias de prazer, é um facto (quem resiste a um bom queijo ou a uma sobremesa deliciosa?), mas nada benéficas para nós. Mas à medida que a nossa consciencia vai aumentando, as escolhas vão sendo feitas com mais cuidado, ou pelo menos, se não fizermos as mais acertadas, sabemos disso, temos consciência de que não é o melhor para nós. Claro que há sempre dias especiais, e nesses, eu acho que devemos aproveitar para comer o que não comemeos diariamente, nem mensalmente, sem culpas. Definir o que é a regra e o que é a exceção é fundamental. Alerto para o facto de que por vezes estes dias especiais repetem-se com mais frequência do que o desejável, deixam de ser especiais e passam a ser dias de desculpas, por causa do cansaço, porque o dia não correu bem e precisamos de um mimo, porque não tivemos tempo de preparar nada para o jantar e estamos a passar em frente a um restuarante de fast food (vem memsmo a calhar)...enfim, estas são as minhas desculpas, que acredito que sejam também as vossas, certo?

Seja como for, há que continuar, step by step, um dia de cada vez, até chegarmos ao objetivo final: inverter regras e exceções, de forma consciente e natural, sem sacrificios, com o prazer de estarmos a nutrir o nosso corpo com tudo aquilo que lhe faz bem e de que ele realmente precisa.

Espero que vos possa inspirar a iniciar este caminho ou a continuar nele  :)

 

 

 

Who?

Cresci entre tachos e panelas. Todas as manhãs era acordada com o cheiro dos doces e salgados que saiam da cozinha da minha mãe...encomendas e mais encomendas! De todas as coisas, só havia uma que eu queria sempre: as empadas de galinha. Não existem no mundo empadas melhores que as da minha mãe. E sim, tenho a receita...mas não, não ficam iguais! Não me imagino uma cozinheira a tempo inteiro, de todo! Mas adoro cozinhar...e adoro comer, claro! Últimamente mais consiente das escolhas que faço em relação aos ingredientes e à forma de os confecionar, tenho descoberto verdadeiras maravilhas, tão simples e tão boas! Espero que vos possa inspirar :)

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Look @